Já ouviu falar de mineração de startups?

Ecossistema

É verdade, nós já estamos vivendo uma nova era de corrida ao ouro. Que tal minerar startups?

Transcrição do Vídeo

Seja bem-vindo! Aqui é Valdinei Santana. Eu sou consultor, mentor e conselheiro em novos modelos de negócio. A transcrição abaixo contém correções, melhorias, incrementos e ajustes no conteúdo original do vídeo para tornar a linguagem menos informal e o texto mais coerente com o eBook.

Pressões do Ambiente em Cadeias B2B2C

As empresas em transformação sofrem pressões do meio ambiente em fatores políticos, econômicos, sociais e tecnológicos. A velocidade de introdução e adoção de novas tecnologias geram pressões tecnológicas e para responder a essas pressões, as organizações precisam tomar decisões utilizando sistemas de inteligência competitiva.

Historicamente os negócios evoluíram muito desde a época em que a comercialização de artesanato era a dominante e quem produzia também fazia a distribuição e o contato direto com o cliente final. Hoje esse processo acontece em uma Cadeia de Valor. São vários negócios desde a extração dos recursos naturais até o consumidor final. Os negócios no meio da cadeia são chamados B2B (Business-to-Business) e o último elo com o consumidor final é chamado B2C (Business-to-Consumer). Todo o estoque que é armazenado entre negócios é um custo extra para o consumidor final. A rigor, apenas quando o consumidor final faz a compra é que o estoque é consumido da cadeia gerando o chamado sell-out.

O ambiente de negócio tornou-se complexo e integrado. Hoje, a competição não é apenas de um negócio contra outro negócio. Existem verdadeiras cadeias contra cadeias na concorrência. No último século a tecnologia causou disrupção em negócios e empresas com maior poder econômico dominam suas cadeias de suprimento.

Especialmente na última década, a tecnologia passou também a possibilitar disrupção de cadeias porque já não respeita os limites das cadeias de valor. As novas tecnologias permitem maior liberdade ao consumidor final explorando outras possibilidades na Rede de Valor do ecossistema de negócios.

A tecnologia habilita novas formas para conectar quem agrega valor e o consumidor na ponta fazendo uma conexão direta. É o fenômeno da “uberização” na prática. A “uberização” elimina intermediários na cadeia de valor gerando melhor relação custo/benefício para o cliente e com a digitalização também pode gerar uma melhor experiência de consumo.

Sistema de Inteligência Competitiva (SIC)

Neste ambiente competitivo, o empreendedor pode escolher uma de duas possíveis respostas: sobreviver ou prosperar. Quando o empreendedor escolhe sobreviver, vai passar anos atrás de seu concorrente esperando o concorrente fazer um momento e reagindo como pode. Mas, o empreendedor também pode escolher prosperar e até mesmo liderar essas mudanças no meio ambiente. Para liderar é preciso estar muito atento a todas as mudanças políticas, econômicas, sociais e tecnológicas no ambiente. A mineração de startups pode ser um dos instrumentos no seu sistema de inteligência competitiva.

As organizações podem montar um sistema de inteligência competitiva com recursos próprios ou terceirizado com especialistas do mercado no ecossistema de inovação.

Mineração de Startups

Hoje existem muitos serviços de inteligência que podem ajudar os gerentes e diretores na tomada de decisão. A inteligência pode ser comprada através de serviços de relatórios de inteligência.

As startups já fazem parte do ecossitema de negócios no Brasil. Ignorar isso é um erro! Muitas vezes já assumiram papéis chaves ao longo das cadeias de valor. Hoje no Brasil, segundo relatórios do Distrito, já estão mapeadas mais de 12.500 startups. São quase 13.000 startups “maduras”, ou seja: startups que podem fornecer para empresas dessas cadeias de valor.

A forma de resolver problemas operacionais na empresa também pode mudar. Hoje, pode-se escolher entre tentar resolver o problema operacional com recursos próprios ou optar por transformar o problema em desafio compartilhado e inovar na gestão, na operação ou nos produtos e serviços. Sabendo que existem startups que resolvem esse problema, uma alternativa é coinovar com as startups em um processo de inovação aberta.

No site https://distrito.me você vai encontrar vários relatórios gratuitos para conhecer mais sobre as startups de nosso país. Quando precisar inovar para resolver um problema específico, pode fazer isso em parceria com startups. Existem outros hubs de inovação e fornecedores de relatórios de inteligência no mercado.

Com mais inteligência você pode sair da situação de sobrevivência e passar para a situação de prosperidade tomando decisões muito melhores. Dependendo do seu apetite pelo risco, pode até mesmo assumir posição de liderança em seu setor de atuação.

Se você não hackear o seu próprio negócio, vai surgir um concorrente digital e conquistar o seu cliente.

Para saber mais

Relatórios de Inteligência do Distrito

StartSe

SEBRAE

Business Hacking

Adicionar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avatar

Valdinei.Santana

Destaca-se como pesquisador, consultor de negócios, palestrante, conselheiro, mentor e facilitador em NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO.

Já prestou consultoria para melhorar a gestão em empresas como BOTICÁRIO, FORD, MARCOPOLO, RANDON, RENAULT, TIGRE, VIVO, VOLVO entre outras. Foi reconhecido pela SAP, empresa líder mundial em aplicativos para gestão, como Visionary Member.

Nos últimos anos Valdinei Santana tem atuado como ponte entre startups e empresas em transformação.

É mentor em várias startups que desejam ser scale-ups aumentando a tração de vendas e o nível de governança de gestão. Também é consultor em empresas em transformação na criação e teste de novos modelos de negócios digitais.

Atua em parceria com empresas de consultoria, gestão, design, inovação e empreendedorismo como: Distrito, Haze, SEBRAE, HiMarket, Evolve MVP, Founder Institute, entre outras...

#BusinessHacking #BMI #NovosModelosDeNegocio